Prótese de Mama

A cirurgia de implante de próteses de mama, é um dos procedimentos mais realizados pelos cirurgiões plásticos. As mulheres podem desejar ter seios maiores por várias razões, como pouco desenvolvimento das mamas, mamas pequenas, diferença de tamanho, alterações pós-gestação, flacidez pós-perda de peso, ou a simples mudança do formato ao longo dos anos.

Hoje existe uma grande variedade de formatos e tamanhos de próteses, sua escolha deve ser feita de acordo com as características da paciente, como o tamanho do tórax, a altura, a presença de flacidez e o tamanho prévio das mamas. Cada caso é estudado individualmente, conversando com o seu cirurgião. A opinião da paciente é muito importante, e o cirurgião pode aconselhá-la para obter o melhor resultado. Na escolha do volume das próteses deve-se levar em consideração a estrutura física de cada paciente. Dentre os diversos modelos de próteses existentes, podem ser citadas a redonda, perfil natural, perfil baixo, moderado alto ou super alto.

As mamas são formadas pela pele, tecido glandular e gorduroso, abaixo da glândula existe um músculo, o peitoral maior. As próteses podem ser colocadas abaixo do músculo ou acima dele, de acordo com a quantidade de tecido glandular que a paciente tem previamente. Caso este tecido seja suficiente para disfarçar o contorno da prótese, estas podem ser colocadas acima do músculo, abaixo da glândula mamária, porém se não for suficiente, é indicado o posicionamento abaixo do músculo, de maneira que este contorne as próteses, pois é muito importante fazer com que o aspecto seja esteticamente harmonioso e natural.

O posicionamento da cicatriz da cirurgia de prótese de mama pode ser localizada nas axilas, no sulco mamário, ou ao redor da aréola. A opção deve ser realizada levando em conta a avaliação médica em conjunto com a decisão da paciente.

Orientações pós-operatórias:

Sutiã: Manter durante 24 horas por dia, por 45 dias, após este período, pode retirar o sutiã por curtos períodos. Após 45 dias deve-se usar apenas para atividades físicas e para dormir, após 60 dias a paciente é liberada do uso do sutiã.

Posição para dormir: Dormir durante 30 dias de barriga para cima, sendo que nos 20 primeiros dias com a cabeceira elevada, podem ser utilizada almofadas .

Após 30 dias liberada para dormir de lado e 60 dias de bruços.

Alimentação: Manter a alimentação habitual, moderar a quantidade de sal da alimentação e ingestão de embutidos. Tomar no mínimo 2 litros de água por dia. Dê preferência para frutas, principalmente suco de laranja e outras frutas ricas em vitamina C e verduras, que serão importantes para sua cicatrização. Evitar comidas apimentadas e frituras.

Repouso: Manter braços ao longo do corpo sem elevar por 20 dias, após este período pode-se elevar os cotovelos até a altura dos ombros. Após 30 dias são liberados movimentos amplos. Carregar peso e erguer objetos é permitido após 45 dias. Exercícios com pernas são liberados após 20 dias. Musculação, natação e exercícios de contato, após 60 dias. Dirigir liberada com 20 dias.

Sol após 90 dias.

Piscina e praia após 60 dias.

Guarde a garantia da sua prótese em um lugar seguro.

Estas orientações são gerais, podendo haver alterações de acordo com a evolução do pós-operatório.

Possíveis Complicações:

Perda de sensibilidade: Alteração rara que frequentemente se resolve após 3 a 6 meses após a cirurgia. Mínimas pacientes podem evoluir com redução de sensibilidade a longo prazo.

Cicatrizes inestéticas: Prevenir é a melhor saída, siga o repouso e as orientações de seu médico, caso apresente mesmo assim cicatrizes desfavoráveis elas podem ser tratadas.

Hematoma: Mais frequente quando associado a uso de medicações que aumentam o sangramento, comunique seu médico quanto ao uso de todos os remédios. São exemplos de medicações que podem aumentar o sangramento: Marevan (consulte seu Cardiologista pois este medicamento somente pode ser suspenso com supervisão médica), AAS , Ginkgo biloba. O sangramento tardio, esta ligado a trauma local. Durante a cirurgia os vasos sanguíneos são cortados e o sangramento é estancado através do aparelho de coagulação, porém estão muito frágeis no pós-operatório recente, desta forma, caso haja uma batida ou trauma, na região operada os vasos podem voltar a sangrar e levar ao hematoma.

Infecção: Muito raramente podem ocorrer infecções graves por germes hospitalares, que deverão ser tratadas em tratamento específico. Mais frequentemente as infecções ocorrem pela própria flora do paciente, ou contaminação de germes da comunidade. Apesar do tratamento bem acessível, podem levar a abertura dos pontos e assim retardar a recuperação. Cuidados locais com curativos impermeabilizantes e limpeza podem evitar este tipo de problema, na maioria dos casos as infecções são facilmente controladas com uso de medicações. Porém quando a infecção atinge o local onde a prótese esta localizada e o tratamento inicial não resolve a infecção, pode ser necessária a retirada ou troca da prótese.

Abertura de pontos: Pode ocorrer por ruptura e lesão da pele por falta de repouso ou movimento abrupto / infecção, excesso de tensão, expulsão de fio de sutura, algumas comorbidades podem aumentar a chance de ocorrer como imunodeficiências, diabetes, aterosclerose, irrigação sanguínea comprometida.

Seroma: Formação de líquidos no subcutâneo da área operada, ocorre mais frequentemente nas pacientes que não obedecem repouso regularmente, pois a movimentação prejudica a cicatrização dos vasos linfáticos. Outros fatores que levam ao seroma são obesidade e infecção.

Contratura capsular: Todo paciente apresenta a formação de uma cápsula em volta da prótese, porém em algumas pacientes a formação desta cápsula é exacerbada, gerando uma cápsula mais endurecida, é o que chamamos de contratura capsular, que pode ocorrer em 3% das próteses, e desta forma em graus variados esta cápsula pode ser tão dura que causa dor e aparência empedrada. Nestes casos é indicado trocar a prótese, podendo ser necessário trocar o seu posicionamento. A maioria das fábricas de prótese dão garantia de troca nos casos de contratura.

 

Seja o primeiro a comentar!

Deixe seu comentário

certificado-1

×

certificado-2

×

certificado-3

×

certificado-4

×

certificado-5

×

certificado-6

×

certificado-7

×

certificado-8

×

certificado-9

×

certificado-10

×

certificado-11

×

certificado-12

×

certificado-13

×

certificado-14

×

certificado-15

×

certificado-16

×

certificado-17

×

certificado-18

×

certificado-19

×

certificado-20

×

certificado-21

×

certificado-22

×

certificado-23

×

certificado-24

×

certificado-25

×

certificado-26

×

certificado-27

×

certificado-28

×